Seguro Mulher

Você já ouviu a frase “o seguro de vida protege quem você mais ama”?

Proteger os entes amados: esse é o argumento mais comum que as empresas do ramo de seguros usam para despertar, principalmente nas mulheres, o interesse em contratar um seguro de vida. Tem funcionado, mas seria esse o motivo correto que alguém deve considerar na aquisição de coberturas de risco?

Para nós, mulheres, proteger nossos entes queridos é algo natural e espontâneo, já está presente no nosso DNA. No entanto, a necessidade de proteção se estende a outros cuidados.

Hoje, na nossa sociedade, as funções da mulher perante a família vão além das tarefas com o lar e os filhos. O que antes era exclusividade dos homens, como prover os recursos para subsistência, ficou dividido com elas ou até mesmo passou na totalidade a elas.

Em função do novo cenário, a mulher deve também assumir habilidade na gestão do seu dinheiro, fazendo uso das boas regras da educação financeira.

Continue lendo

O seguro de vida deve estar no planejamento financeiro, porque no caso de sua falta, principalmente prematura, há de se considerar o impacto causado ao orçamento da família. O seguro de vida poderá suprir a falta financeira. Uma indenização aos beneficiários garantirá a manutenção do padrão de vida que lhes era proporcionado.

Não havendo dependentes financeiros, o cuidado seria com o risco de uma invalidez, cujo evento pode impossibilitar a pessoa de dar sequência aos seus projetos de vida.

Uma vez consciente das razões pelas quais você deva contratar um seguro de vida, o passo a seguir será determinar qual o valor ideal do benefício a contratar.

Não existem regras para calcular o valor a assegurar. Muitos dizem que o ideal seria de dez a vinte vezes o valor da renda anual, no entanto, esse raciocínio é apenas um parâmetro, mesmo porque tanto sua renda quanto suas despesas podem variar. O melhor é optar pelo bom senso e escolher um valor a pagar que caiba no orçamento e aos poucos ir administrando esse compromisso até atingir um montante de capital que pode substituir sua renda, em caso de sua falta prematura, por um determinado momento que você julga necessário.

Seguro de vida pode ainda ser considerado como uma herança. A indenização prevista no contrato de seguro será repassada de imediato, sem mesmo ter que passar por inventário. Todos hão de concordar que não existe a probabilidade de morte. É fato. É uma certeza, só não se sabe quando ela vai ocorrer.

Viver o presente e ainda se preocupar em deixar algo no futuro para os filhos, por exemplo, é o tipo de comportamento que pode comprometer aspirações pessoais.

Pare para pensar como será sua vida daqui para a frente se esses problemas já estiverem, antecipadamente, resolvidos.
Para ajudar você a compor seu seguro ideal, desenvolvemos um simulador com a cobertura básica, que cobre o evento morte, e coberturas adicionais, que cobrem eventos de risco.

Determinadas patologias e predisposição genética podem ser um indicativo para adicionar coberturas ao seguro.

No final será dada a opção de iniciar a contratação. Para nós será uma honra poder participar desse momento tão decisivo em sua vida.

Inicie aqui sua simulação