AS COISAS ESTÃO MUDANDO POR AQUI

O Japão é um país em que, tradicionalmente, pensa na proteção da vida como um pilar essencial no seu planejamento financeiro.

Isso se deve a uma cultura estabelecida ao longo de muitos anos. Um país onde quase todas as famílias possuem uma apólice de seguro de vida.

De acordo com pesquisa realizada pelo Japan Institute of Life Insurance mostrou que em 2015, 89,2% das famílias japonesas já tinham alguma apólice de seguro de vida.

Já no Brasil, as pesquisas mostravam que na nossa cultura, esse fato não seguia nem de longe na mesma proporção do que em países de primeiro mundo, porém, dado a pandemia de Covid-19, o panorama já está sendo modificado.

Com a real eminencia da possibilidade de perdas prematuras, as pessoas ficaram mais sensíveis com a possibilidade de perda do provedor financeiro, aumentado exponencialmente a procura pelo seguro de vida.

De acordo com a Superintendência de Seguros Privados (Susesp), houve um aumento em todo o país na contratação de 11,4% neste ano, em comparação ao mesmo período do ano passado esse número pode ser muito maior, dependendo da corretora e da característica do seguro”.

Outro fato relevante, é que a pandemia também acelerou a adoção de processos digitais pelas seguradoras que viram a necessidade em termo de produtos e inovação diante das novas demandas por parte dos consumidores, exigindo ainda mais inovação, simplificação e agilidade. Hoje a pessoa pode fazer desde a simulação de seu seguro de vida até a sua contratação de forma virtual.

 

A melhor maneira de a pessoa iniciar o processo de contratação é saber exatamente quais coberturas atenderão às suas necessidades e adequar os valores a pagar, dentro do seu orçamento.
A Infovida é expert no assunto. Podemos te ajudar realizando uma cotação até pelo WhatsApp. Clique aqui para solicitar uma cotação on-line.

compartilhe este post

QUEM VIU ESSE POST TAMBÉM CURTIU:

Phishing

Você sabe o que é phishing? Talvez o termo não seja conhecido, mas na prática certamente sim. Phishing é uma das fraudes mais corriqueiras na