Crescente busca por seguros de vida durante a pandemia e o “novo normal”

Quando tudo começou e as primeiras notícias referentes a uma possível epidemia chegaram ao Brasil, ninguém imaginava que passaríamos por tantas mudanças como as que podemos ver atualmente em um período de tempo tão curto.

O fechamento do comércio, o isolamento social, o uso de máscara em locais públicos, dentre tantas outras coisas que antes não pareciam prováveis, hoje se tornaram “normais”. Mas como será este “novo normal” após a crise do coronavírus?

A preocupação é muito grande e o mundo está parando mediante a pandemia. Todos correm riscos, independente da classe social, do gênero ou etnia. Além do risco da pandemia, sabemos que uma crise econômica está por vir e todos seremos afetados por ela, de alguma forma ou outra.

Desde que começou a se falar mais em coronavírus, as pessoas já questionaram sobre coberturas referentes ao COVID-19 pelos seguros de vida. Quando o surto atingiu o Brasil, as buscas por essa cobertura em específico cresceram e continuam a aumentar. Continue a leitura para saber um pouco mais sobre essa situação:

Afinal de contas, as seguradoras cobrem Coronavírus?

Mundialmente, os seguros de vida não costumam cobrir pandemias como a do novo coronavírus. Isso porque o risco desses cenários costuma ser alto. Porém, diante de um cenário inesperado e diferente de tudo o que se havíamos visto, houve uma mudança na prática de uma grande parte das seguradoras.

O seguro tem como objetivo cobrir alguns riscos que são previsíveis. É com base nessa previsibilidade que é possível precificar os seguros. Neste sentido, pandemias e desastres naturais são coberturas geralmente excluídas de apólices. Mas em alguns momentos as cláusulas são revistas como forma de dar um maior conforto à população.

Em tempos de crise como esse, as pessoas precisam de uma base, apoio para sentir que elas e suas famílias estão amparadas. Diante disso o mercado de seguros entende esse momento e está sendo capaz de se adaptar de acordo com a situação.

O mercado de seguros se adapta tanto às novas necessidades das pessoas como também ao aumento da demanda pelos seguros de vida. Se trata de uma situação nova para todo o mundo. O seguro é de extrema importância para ajudar as famílias que perderam entes queridos a ganhar um amparo, um suporte financeiro para seguir em frente e se reestruturar após a perda.

Com o fato de o coronavírus ser coberto pelos Seguros de Vida, os beneficiários têm direito à indenização em caso de falecimento em decorrência da COVID-19. Para as pessoas que desejam adquirir um seguro, o indicado é consultar as condições e planos com os profissionais responsáveis, pois algumas especificidades podem sim variar.

“Novo normal”

A normalidade, de forma resumida, se trata de um padrão que assegura às pessoas que estão contidas nela uma certa proteção, mais segurança, continuidade, e de certa forma, a sobrevivência. E o que viria a ser esse tão comentado “novo normal”?

O novo normal, na verdade, seria a proposta de um novo padrão que possa garantir nossa sobrevivência, como ter que andar com máscara, mais contidos, manter uma certa distância social, talvez usar luvas e até mesmo buscar por outras formas de se precaver, como tomando a importante decisão de investir em um seguro de vida. O ser humano sempre buscou segurança, se trata de algo instintivo.

Essa normalidade é muito mais uma busca do que uma aquisição. Devemos sempre buscar conhecer e entender as situações que nos cercam e definir como agir a partir daí. Quando agimos com prudência e prezamos pela segurança, estamos manifestando o nosso desejo de cuidado próprio e com os que estão à nossa volta, o que deve ser o nosso “normal”.

Conclusão

Sabemos que não é um momento fácil e que existe sim um medo muito grande por parte de todos, mas acreditamos que juntos somos mais fortes e que se todos tomarem as devidas precauções, conseguiremos sair dessa mais fortes do que antes.

Esperamos que tenha gostado deste conteúdo e que ele te ajude a entender melhor como está este cenário neste momento. Caso tenha alguma dúvida ou deseje mais informações, clique aqui e entre em contato conosco, nós da Infovida estamos à disposição para maiores esclarecimentos.

Grande abraço e até a próxima!

compartilhe este post

QUEM VIU ESSE POST TAMBÉM CURTIU: