O MEDO AO VER UMA MÃE MORRER PRECOCEMENTE

Marília Mendonça era íntima das mulheres.

Cantora, compositora, falava das aflições do amor, tinha coragem e humor em seu discurso. Quebrava paradigmas.

Mas, para muito além dessas definições, a morte trágica e precoce dela nos faz pensar em uma jovem mãe de um pequeno garoto, 

de apenas 1 ano e 10 meses, que não terá mais o cuidado e afeto de sua Mãe. E esse pensamento é dilacerante.

Diante de uma situação como esta, de morte precoce de uma Mãe, costuma

despertar nas pessoas a preocupação de como garantir o futuro financeiro de quem depende delas, caso um infortúnio aconteça.

O assunto é delicado e pensei bastante se publicava o texto de hoje, mas decidi por fazer. Tinha receio de parecer mais uma empresa querendo aproveitar o embalo do assunto e aparecer na mídia. Que a oportunidade fosse vista como oportunismo. Mas não!

Diante da clareza da diferença entre as duas, vejo este momento como uma forma ímpar para exercermos nosso trabalho e ajudarmos ainda mais pessoas.
Temos como obrigação maior, incentivar e conscientizar as pessoas da importância de um seguro de vida.

É válida a preocupação que muitas pessoas têm com relação à segurança, criação e integridade física de seus filhos. Independentemente da condição financeira, sempre existirá uma parcela de medo de como será a vida de seus filhos em uma eventual ida precoce, mas é inegável que o futuro deles tem mais chances de sucesso, se houver amparo financeiro em suas ausências.

 

Nada substituirá o carinho e colo de Mãe, por exemplo, mas o seguro de vida neste caso, busca minimizar as consequências deste cruel, porém imprevisível, evento.

O Seguro de Vida não é caro, sua contratação é simples, rápida, segura e pode ser feita até mesmo por WhatsApp.
Conversar com um especialista é o mais aconselhável.

compartilhe este post

QUEM VIU ESSE POST TAMBÉM CURTIU:

Phishing

Você sabe o que é phishing? Talvez o termo não seja conhecido, mas na prática certamente sim. Phishing é uma das fraudes mais corriqueiras na